Salar de Uyuni: 1º Dia de tour

Por Silas Payão

Este é o primeiro de três artigos referente ao Tour de 3 dias no Salar de Uyuni.

Nós preferimos separá-lo em 3 partes para não acumular muita informação e assim podermos nos aprofundar um pouco mais em cada parte.

Aqui estão os artigos do dia 02 e dia 03 do tour, caso você queira já deixar aberto para ler depois.

Esperamos que você goste e qualquer dúvida é só deixar nos comentários!


Deixando a ansiedade de lado, partimos logo para o primeiro dos três dias de tour do Salar de Uyuni.
Sabemos que é muito difícil não ficar ansioso, mas calma! rs
Relaxe e aproveite tudo ao máximo. Abaixo vamos falar sobre o primeiro dia de tour.

Primeira parada: Cemitério de trens

No primeiro dia do tour você sai da cidade por volta de 10:30 da agência, e a primeira parada é o cemitério de trens, que fica a cerca de 15 minutos do ponto de saída.

Lá estão centenas de carcaças de trens antigos, da época de 1890 a 1900. É um cenário lindo e entristecedor ao mesmo tempo.

Como o sol no local é muito forte e por estar muito próximo do Salar de Uyuni, todos os vagões e máquinas são muito enferrujados.

Carcaças de trens antigos
Carcaças de trens antigos
Cemitério de trem em Uyuni
Cemitério de trem em Uyuni
Cemitério de trem
Cemitério de trem
Cemitério de trens
Cemitério de trens

Segunda parada: Colchani, a cidade do sal e artesanado

A segunda parada ocorre na cidade de Colchani, onde é produzido boa parte do sal da Bolívia.
O guia nos disse que lá, um saco de 45 quilos de sal custa 3 bolivianos, o que dá uns R$2,00.

Lá também existe uma rua só com tendas de artesanato, que são bem mais baratos do que na cidade de Uyuni mesmo.
Vale comprar algo para ajudar a cultura local, nem que seja uma pulseirinha.

Lá a parada é rápida e logo seguimos para a terceira do dia.

Terceira parada: Almoço!

Durante todo o percurso, nos 3 dias do Salar de Uyuni, existem muitos “comedores” que são lugares fechados com todos os utensílios para o almoço, e nossa terceira parada foi em um destes.

Depois de alimentados, fomos diretamente para o salar de Uyuni, o tão esperado deserto de sal.

Fora do comedor existem algumas esculturas de sal
Fora do comedor existem algumas esculturas de sal
Galera toda comendo
Galera toda comendo
Galera toda comendo
Galera toda comendo

Quarta parada: Ojos del Salar

A primeira parada dentro do Salar de Uyuni é no famoso “Ojos del Salar”.
São pequenas crateras com água borbulhante devido aos gases que vem de um vulcão que está próximo.
O local é bastante visitado por pessoas com problemas nos ossos, reumatismo, artrite, etc, pois a água de lá é bastante benéfica para quem sofre dessas doenças.

O cheiro no local é bastante forte e lembra ferrugem.

Quinta parada: Monumento Dakar, Hotel de Sal e Ilha de bandeiras

Esta parada é um pouco mais longa do que as outras devido a quantidade de “pontos turísticos”.
O carro nos deixa próximo ao monumento do Rally Dakar, onde podemos tirar algumas fotos e esticar as pernas um pouco.
O monumento está desde 2014 e foi feito para celebrar a passagem do Rally pelo deserto de sal.

Um pouco mais a frente está o hotel de sal. Há algumas placas dizendo que foi o primeiro do mundo a ser construído totalmente com sal, mas não sabemos se é verdade. Durante os 3 dias vimos vários hotéis com a mesma placa. rs

Este hotel está desativado por risco de contaminação, não se pode mais dormir lá, porém, ele ainda funciona como um pequeno restaurante e há banheiros caso seja necessário.

Ao lado do hotel, está a ilha de bandeiras. Tem bandeiras de vários países e até algumas de times de futebol, é um lugar bonito para tirar fotos e descansar um pouco.

Em volta do hotel e da ilha de bandeiras há bastante hippies e locais vendendo artesanatos, você pode encontrar algo que goste por lá!

Dinossauro em perspectiva
Dinossauro em perspectiva
Hotel de Sal no Salar de Uyuni
Hotel de Sal no Salar de Uyuni
Hotel de sal
Hotel de sal
Ilha de bandeiras
Ilha de bandeiras
Monumento Dakar no Salar de Uyuni
Monumento Dakar no Salar de Uyuni
Brincando com perspectiva
Brincando com perspectiva
Miniatura Dakar
Miniatura Dakar

Sexta-parada: Salar de Uyuni de verdade!

A sexta parada é onde você vai tirar aquelas fotos com dinossauros ou qualquer coisa que sua criatividade mandar!
É o lugar que dá para fazer aquelas fotos com perspectivas diferentes, etc.
Aqui é onde você deve ter a imaginação mais fértil de todas, pois não terá, tão facilmente, um cenário tão bonito para fotos como agora.

O guia para e nos ajuda em muitas fotos. Nós cansamos de ver ele deitado naquele monte de sal, só para ter um ângulo melhor das pessoas!

Com certeza com uma câmera profissional você consegue fotos bem mais legais, mas nada te impede de usar o celular mesmo. As nossas foram todas tiradas assim!

Salar de Uyuni propriamente dito
Salar de Uyuni propriamente dito
Guia tirando foto
Guia tirando foto
Mais tentativas de perspectiva no Salar de Uyuni
Mais tentativas de perspectiva no Salar de Uyuni
Foto da galera do tour
Foto da galera do tour

Sétima parada: O espelho d’água

Aqui também é um ótimo lugar para tirar as fotos, mas é um pouco mais complicado.
As fotos que a gente vê na internet são bem difíceis de ser tiradas e você vai precisar se esforçar muito!

Vale ressaltar também que o espelho d’água não ocorre o ano todo, então se você for só pra isso, presta atenção:

Melhor época para o espelho d’água no Salar de Uyuni

De dezembro a fevereiro é o ápice do verão e onde ocorre a maior quantidade de chuvas, alagando boa parte do salar, porém, isso acontece muito, o que pode até afetar o seu passeio.
É comum alagar o deserto todo e você nem mesmo conseguir chegar ao hotel de sal, por exemplo.
Aqui vale uma observação: Em nossas pesquisas vimos que em Janeiro, mês que rola o Rally Dakar, é proibido a circulação de veículos, portanto, não há tour.

De março a maio é onde começa o outono e tudo já fica mais “tranquilo”. Você consegue visitar todos os pontos e ainda assim ver algumas partes alagadas para ter o efeito do espelho d’água.

Nós, por coincidência do roteiro (que na verdade não existe), conseguimos ir na melhor época possível, que é a segunda quinzena de março.
É neste período que dá pra circular por literalmente tudo e ainda assim visitar o espelho.

Infelizmente nós não conseguimos visitar a ilha Incahuasi pois tinha alguns trechos que estavam alagados e por imprudência de um condutor, acabou rolando um acidente e todos os veículos foram proibidos de ir até lá.

Mas neste local também não há muito o que fazer, é uma ilha com cactos que se pode subir para tirar fotos, e tem que pagar por fora, custa 30 bolivianos.
Como estamos viajando na pegada de economizar, nem ligamos muito de ter pulado essa parte.

Ju
Ju
Toda a turma
Toda a turma
Por do sol no espelho d'agua
Por do sol no espelho d'agua
Nós
Nós

 

Oitava e última parada: Entrada do Salar

A esta hora você já está meio cansado de ter passado o dia todo dentro do carro circulando pelo deserto, mas extremamente feliz por ter visitado tudo o que sempre quis, mas ainda tem o final!

Como já está no finalzinho da tarde, todos os guias de tours param na entrada do Salar de Uyuni para contemplar o pôr do sol, que é praticamente inesquecível.

Todo o cansaço some na hora, substituído pelo frio que aumenta a cada raio do sol que se esconde.

Veículos de tour se reunem para o por do sol
Veículos de tour se reunem para o por do sol
sol
sol
cores do céu no final do dia
cores do céu no final do dia

Depois disso você volta pra cidade de Uyuni, assim pode jantar, descansar e tomar banho para o segundo dia!

A janta e o hotel são simples, porém muito bons!
Nós conseguimos até quartos privados, o que é bastante raro pelo que lemos e ouvimos por aí.

Você também pode gostar disso

2 Comentários

Joana 08/03/2020 - 7:32 pm

Para visitar o Salar Uyuni, laguna colorada, Verde , cemitério de trem, etc. Preciso parte de onde ?

Vi que fica perto de SAN Pedro de Atacama, é isso mesmo ?

Onde devo estar na Bolívia para buscar por agências e conseguir hospedagem para estes 3 dias?

Responder
Silas Payão 16/04/2020 - 12:57 pm

Olá Joana, tudo bem? Desculpa a demora pra responder…

Os tours partem de Uyuni e de San Pedro, porém, partindo da primeira opção é bem mais barato, foi o que fizemos.

Na Bolívia você vai encontrar os tours na praça central da cidade de Uyuni mesmo, é bem tranquilo porque vão ter centenas de pessoas querendo te vender o tour, ai cabe a você escolher e pechinchar com cada um.

A hospedagem está inclusa no tour e isso não deve ser um problema. <3

Muito obrigado pelo comentário, e me tira uma dúvida? Como você achou esse post?

Responder

Comentar